Submarino.com.br
Marco Weissheimer Rotating Header Image

As prioridades do coronel Mendes

Beatriz Fagundes escreve em sua coluna no jornal O Sul:

“Ontem, o comandante da Brigada comunicou que serão mantidas por tempo indeterminado, durante 24 horas, barreiras da BM nas principais vias da capital. Essas barreiras têm o objetivo de diminuir a incidência de crimes em nossa cidade. Só ficou estranha a informação de que as barreiras só serão desativadas quando houver alguma ação de movimentos sociais. Ops! Como assim, qual a relação que existe entre criminalidade e movimentos sociais? Isso nos leva a acreditar que as denúncias de líderes destes movimentos vêm acusando o governo e muito especialmente a BM de estar deliberadamente, como política de Estado, agindo de maneira truculenta com esses movimentos”.

“Se assim for, estamos diante de um crime contra a Constituição, que, gostem ou não, o comandante da BM e a governadora continuam vigindo em todo o território nacional. Com tantas estrepolias e acusações de corrupção em setores e secretários de Estado, que já foram demitidos ou mesmo permanecem nos cargos, vai ser uma glória uma acusação de truculência e crime contra os direitos garantidos pela Carta Magna. A propósito, os marginais vão ficar atentos às notícias sobre movimentos sociais. Nos dias em que a BM deixar de prender bandido para perseguir cidadãos insatisfeitos que utilizam do sagrado direito de se manifestar, a cidade será o paraíso dos ladrões e traficantes”.

5 Comentários on “As prioridades do coronel Mendes”

  1. #1 Anonymous
    on Sep 17th, 2008 at 2:05 pm

    Alô é do Ministério Público?
    Tão desrespeitando a Constituição.

    Maria Rita

  2. #2 Anonymous
    on Sep 17th, 2008 at 3:14 pm

    Se antenem!
    Aquele movimento que começou no
    Bolívia pode estar sendo armado por aqui também.

  3. #3 Anonymous
    on Sep 17th, 2008 at 7:50 pm

    Caro Marco,
    Este Cel. Mendes é um fanfarrão. Todos sabem que estas barreiras são improdutivas além de desgastarem inutilmente a tropa, não geram a ‘sensação de segurança’ pretendida e não inibem o crime em nossas comunidades.
    Muito mais lógico seria organizar uma grande operação contra o tráfico de drogas que domina certas vilas, utilizando os (parcos) recursos de inteligência para monitorar e perseguir criminosos e não bisbilhotar adversários políticos do governante de plantão.
    Abraços
    José Luís

  4. #4 Katarina Peixoto
    on Sep 17th, 2008 at 9:44 pm

    Acabo de chegar da Redenção. Vi o parque imundo – mais uma vez – e uma cena deprê total. Menina de uns 15 anos, coberta até pouco abaixo da cintura, sem roupa por baixo, dirigindo-se a uma parte mais fechada do parque. Nas suas nádegas, uma vermelhidão. Na cara da guria, mistura de medo e chapação. Isso na JPessoa chegando na UFRGS. Já na esquina da Oswaldo, posando para quem descia a Garibaldi e vinha do centro, dois guardas municipais, com as motinhos compradas pelo governo Lula. Posando para a população, do lado de fora do parque. NENHUM BRIGADIANO AVISTADO.

  5. #5 Teresinha Carpes
    on Sep 18th, 2008 at 1:30 am

    E o que mais me doi,é o PT,não usar as motos que o Presidente Lula deu para a Capital,as casas populares lá no Porto Sêco,que o Ministro da Cidades do govêrno Lulas deu para a prefeitura fazer campanha publicitária nos programas dele(fogaça)E os ratões no Pronto Socorro,porque a Rosário não mostra na campanha dela?Que coisa chata?

Deixe um comentário