Submarino.com.br
Marco Weissheimer Rotating Header Image

Coronel Mendes volta a defender pena de morte e reação da população em caso de assalto

Em entrevista à Folha Universal, jornal da Igreja Universal, o comandante da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, coronel Paulo Roberto Mendes, voltou a defender a pena de morte e que os cidadãos devem reagir a assaltos (conselho que contraria frontalmente a orientação oficial da polícia). Além disso, classificou os movimentos sociais que atuam no RS como baderneiros que não respeitam a lei. Em uma outra entrevista, concedida esta semana à TV Assembléia, Mendes também chamou de baderneiros os professores que protestaram semana passada em frente ao Palácio Piratini.

Perguntado pela Folha Universal se os cidadãos têm que reagir a assaltos, Mendes respondeu:

“O artigo 144 da Constituição diz que segurança pública é um dever do Estado, mas responsabilidade de todos. Nos últimos anos, a população cada vez mais coloca o passo para trás, coloca grade, alarme, cachorro. Nada disso resolve. Sempre que tiver oportunidade, o cidadão tem que reagir”.

E sobre a pena de morte:

“Eu sou favorável. A maioria dos delitos graves são cometidos por pessoas com lastro grande de registros criminais. O que fazer? As pessoas matam, cumprem pequena parcela nos presídios e retornam para cometer os mesmos delitos. Vimos agora na Olimpíada que a criminalidade é muito baixa na China porque a lei é forte. A lei tem que intimidar o cidadão. Principalmente o cidadão delinqüente”.

17 Comentários on “Coronel Mendes volta a defender pena de morte e reação da população em caso de assalto”

  1. #1 Ary da Silva Martini
    on Oct 1st, 2008 at 8:15 pm

    Nem sei o que comentar. Vou esperar alguém puxar o bonde.

  2. #2 Anonymous
    on Oct 1st, 2008 at 8:57 pm

    E para os corruptos do Detran. Qual sugestão do “coroné”!?? Ah, e ainda: em casos de enriquecimento ilicito o que fazer “coroné”!?
    Bruno

  3. #3 Little Ed
    on Oct 1st, 2008 at 8:59 pm

    Existe lei que intimide este “cidadão” doente?
    É o próprio retrato do “governo” do estado…

  4. #4 Ary da Silva Martini
    on Oct 1st, 2008 at 9:56 pm

    Se essa dupla se unisse em procriação, acho que no lugar de um berço teriam um pau-de-arara no quartinho do nenén e na sala, uma cadeira-do-dragão para as visitas inconvenientes. O maluco ainda interpreta o artigo 144, da CF, como a referendar sua tese irresponsável (o cidadão que não reage é covarde e irresponsável!). Infelizmente, nada ocorre por acaso. MendeSS, com o seu discurso e suas práticas, tem boa aceitação entre a população gaúcha. Ele é a síntese da mentalidade primitiva, tacanha e preconceituosa de boa parte da sociedade gaúcha. MST: bandidos! Sindicalistas: baderneiros! Ladrão bom: ladrão morto! Essa é a mentalidade que reina no estado que votou amplamente contra o estatuto do desarmamento. Portanto, deixem o Cel. MendeSS em paz. Ele tem apoio popular. E terá 150 mil votos se for candidato. Teremos, então, o nosso parlamentar facista. É o que está faltando. Seria um legítimo “camisa-verde”?

  5. #5 Remindo
    on Oct 1st, 2008 at 11:27 pm

    Uma autoridade defendendo algo ilegal é o cúmulo.
    A pena de morte é uma ilegalidade no Brasil, mas é praticada por nossas polícias contra a população pobre do Brasil. A polícia é o cachoro da população, e quando o cachorro morde o dono, deve ser sacrificado. E o pior que daqui a Yeda sacrifica ele e o animal vai se aposentar com um baita salário pago por nós. E é a primeira vez que vejo um monstro da direita defendendo os comunistas da China.

  6. #6 Anonymous
    on Oct 1st, 2008 at 11:38 pm

    Concordo plenamente contigo Martini, aqui na minha cidade ainda existe o pensamento de cem anos abaixo, tudo para a elite (ex-fazendeiros, que agora estão quebrados) e nada para o resto da população, a não ser o sim para o que esta gente está fazendo ainda, inclusive filhos bastardos.

  7. #7 Anonymous
    on Oct 2nd, 2008 at 12:59 am

    Na China, muitos corruptos vão para o paredão, se a moda pega no RS, seus protegidos, iriam se dar muito mal…

  8. #8 Milton Ribeiro
    on Oct 2nd, 2008 at 1:16 am

    Hahahaha, esse Mendes é uma piada. O que impede o crime é a certeza da punição.

    Aliás, o governo que ele representa está cheio de gente que sabe que não será punida…

    Pena de morte? Manda esse cara pro Texas.

  9. #9 Anonymous
    on Oct 2nd, 2008 at 1:19 am

    Sim! Concordo que os cidadãos tem que reagir contra a violação dos direitos humanos, contra um Estado que não faz políticas públicas e sociais, que se apropria de recursos públicos para aumentar o patrimônio imobiliario dos seus principais integrantes do governo…etc.etc.
    É preciso reagir, demunciar esses chefes que não sabem praticar os princípio de um Estado de Direito. Que Estado é esse que tem um chefe com tal perfil que não passou nem pela Revolução Francesa? Esse governo está longe das práticas de competencia para administrar de forma republicana.

  10. #10 claudia cardoso
    on Oct 2nd, 2008 at 2:11 am

    É caso de pedir intervenção federal no Estado?
    Temos dois insanos em cargos de poder: a governadora e seu subalterno.
    Ministério da Justiça, Ministério Público, está na hora de uma ação mais eficaz!!!

  11. #11 Teresinha Carpes
    on Oct 2nd, 2008 at 3:09 am

    No dia 30/09/2008,o radialista Gustavo Victorino da Rádio Pampa,convidou a pantalhuda governadora Yeda Crusius(PSDB)para fazer com ela uma entrevista,não ouvi,mas soube hoje,pelos recados dos ouvintes que a pantalhuda estava viajando,para Rio Grande,para assinalar para o povo guasca,perto das eleições,que todas as obras do Porto de Rio Grande,até as plataformas é dela!Que absurdo,quando o Presidente Lula esteve lá ela não foi…Ela quer é ser a mãe e o pai das obras de Rio Grande,será que oo povo é tão burro,que vão acreditar?Será que não sabem que´são obras do Govêrno Federal?

  12. #12 Teresinha Carpes
    on Oct 2nd, 2008 at 3:09 am

    No dia 30/09/2008,o radialista Gustavo Victorino da Rádio Pampa,convidou a pantalhuda governadora Yeda Crusius(PSDB)para fazer com ela uma entrevista,não ouvi,mas soube hoje,pelos recados dos ouvintes que a pantalhuda estava viajando,para Rio Grande,para assinalar para o povo guasca,perto das eleições,que todas as obras do Porto de Rio Grande,até as plataformas é dela!Que absurdo,quando o Presidente Lula esteve lá ela não foi…Ela quer é ser a mãe e o pai das obras de Rio Grande,será que oo povo é tão burro,que vão acreditar?Será que não sabem que´são obras do Govêrno Federal?

  13. #13 Anonymous
    on Oct 2nd, 2008 at 8:30 pm

    A Yerda tem tanta influência que o candidato dela, o Marquesan, tem +ou- 1% das intenções de voto. Onde ela aparece todo mundo quer saltar longe para não perder voto. Criatura mais desacreditada e sem moral do que ela não existe. Nair

  14. #14 Ary da Silva Martini
    on Oct 3rd, 2008 at 2:15 am

    Bem que o MendeSS poderia dar voz de prisão à governadora. Afinal, o governo dela “é pobre”. Que ela fique sentadinha num banco, no quartel da BM, e só saia de lá na noite de 31 de dezembro de 2010.

  15. #15 Anonymous
    on Oct 3rd, 2008 at 3:29 pm

    Onde anda o Ministério Público, o Jair Kirche e a Comissão de Dereitos Humanos da Assembléia Legislativa?

    Maria Rita

  16. #16 Zé Antonio
    on Oct 4th, 2008 at 8:36 pm

    Quando uma autoridade, subalterna do sistema, manifesta-se da forma como está sendo contumaz por esse cidadão, duas coisas podem estar acontecendo:
    ou perdeu a noção dos alicerces de sua carreira (hierarquia e disciplina) ou aproveita a fraqueza moral de sua comandante (governadora)para marcar presença, como os cães fazem com sua urina.
    Só lembrando que daqui mais algum tempo estará na fila do Banrisul para receber seu salário…à paisana. Não se esqueça disso!!

  17. #17 Anonymous
    on Oct 28th, 2008 at 4:30 pm

    Eu também defendo a reação da população, mas em caso de arbitrariedade da Polícia.

    Se você for subitamente interpelado por um milico, e achar que está com a razão. REAJA. Não se omita. Exija respeito deste que nada mais é do que um servidor, e deve servir os cidadão de bem.

    E quanto aos que não respeitam a lei, acho que a população tem que tomar para si, a indignação contra os corruptos do governo Yeda, e baixar o cassete.

    Nelson Che

Deixe um comentário